Você está em:

Gás Natural: o que é?


O Gás Natural (GN) é um combustível fóssil encontrado na natureza, geralmente em reservatórios no subsolo terrestre ou marítimo associados ou não ao petróleo. Ele se forma a partir da decomposição de matéria orgânica, fósseis de animais e plantas pré-históricas, que são acumulados em rochas durante milhares de anos e retirados da terra através de perfurações, assim como o petróleo.

A sua combustão (queima do combustível) libera dióxido de carbono e vapor de água - dois componentes não tóxicos. Por produzir queima limpa e uniforme, emite pouquíssimos poluentes ao meio ambiente e reduz o efeito estufa. Por isso é considerado uma “energia limpa”, podendo substituir energias mais poluentes como óleos combustíveis, lenha e carvão. 

O Gás Natural (GN) é um dos energéticos mais importantes do mundo, atrás apenas do petróleo e do carvão, e muito usado como fonte de energia nas indústrias, residências e veículos. Cerca de 13% da energia elétrica gerada no Brasil, principalmente em termoelétricas, tem como fonte o gás natural. É um dos tipos de gás usados em aquecedores de água de passagem.

Esse combustível não possui cor nem cheiro. O odor que se sente é artificial, adicionado pelas companhias de gás para que se possa identificar um possível vazamento.

Como é distribuído o Gás Natural

O GN possui facilidade de transporte e manuseio, além de não precisar ser estocado, o que elimina riscos do armazenamento de combustíveis. Sua distribuição é feita através de uma rede de tubos subterrânea segura, os chamados gasodutos. A distribuição pode ser residencial, comercial, industrial (como matéria-prima, combustível e redutor siderúrgico) ou automotivo.

Mas antes de ser distribuído por gasodutos, o Gás Natural passa por uma unidade de processamento que retira impurezas como água, outros gases, areia, gasolina natural e o GLP ou “gás de cozinha”.

Benefícios do Gás Natural

  • É limpo;
  • Ecologicamente correto: emite pouquíssimos poluentes;
  • Não precisa ser armazenado em botijões, cilindros ou centrais de abastecimento porque é canalizado;
  • É mais seguro do que o gás de botijão;
  • É mais leve que o ar: em caso de vazamento, o gás dissipa-se rapidamente;
  • Como tem fornecimento contínuo, nunca falta;
  • Diminui os custos de operação e manutenção nas indústrias em relação a outros energéticos.

Gostou desse post? Deixe um comentário abaixo!