Você está em:

Imprensa


Energia solar cresce em Santa Catarina

Publicado em:

A geração de energia solar tem crescido cada dia mais, o que acaba refletindo diretamente na economia. O otimismo do setor deve-se ao fato da busca da população por novas alternativas, mais viáveis, e principalmente, mais econômicas de gerar energia elétrica.  Com os constantes aumentos na tarifa, a energia elétrica já acumula alta de 11,55% de fevereiro a setembro, segundo Aneel. Essa alta tem relação com o período desfavorável em que vivemos. Em épocas de pouca chuva, onde as hidrelétricas não são suficientes e usinas termoelétricas são acionadas, as tarifas tendem a aumentar, já que esse é um modelo de geração mais caro comparado a outros.

Alternativas para diminuir os gastos com energia elétrica já estão sendo implantadas em todo o país, dentre elas a energia solar vem como aposta de economia e sustentabilidade. O sistema de energia fotovoltaico consiste em captar a radiação solar através de painéis e transformar em energia elétrica, proporcionando uma redução de até 95% na conta de luz. Dentre as vantagens está o retorno do investimento que pode ocorrer em uma média de três anos, além disso, a vida útil do sistema pode durar até 25 anos.

O cenário do setor em Santa Catarina tem se mostrado positivo. Apesar do estado não ser o mais ensolarado do país, o bom uso de seus recursos e iniciativas de apoio deram o impulso necessário para garantir o 6° lugar no ranking de unidades de geração distribuída. Segundo dados da Aneel, das 120 mil unidades existentes no Brasil até outubro de 2019, 5,7 mil são catarinenses. Nesse sentido, Santa Catarina só perde para federações mais populosas, mas em termos per capta o estado é um dos primeiros no ranking.

As expectativas de crescimento para o setor fotovoltaico são positivas, o cenário é favorável e tende a melhorar cada vez mais. O gerente nacional da Komeco Alander Brandão, destaca a participação da empresa no desenvolvimento dessa solução. “A Komeco, empresa com mais de 15 anos de experiência em aquecimento solar, atualmente vem apostando nos sistemas fotovoltaicos e dessa forma, contribuindo para a ebulição do mercado. Além de possuir um laboratório exclusivo para atestar a qualidade dos produtos, a empresa também oferece treinamentos mensais, capacitando e credenciando instaladores, “destaca.

A solução tem animado tanto cidadãos que visam a economia na conta de energia residencial, quanto os empresários que sofrem com as altas taxas relacionadas a energia elétrica. Para ambos, as linhas de crédito possuem taxas reduzidas, além do incentivo de isenção do icms, beneficiando quem oferece e quem faz uso do sistema, estimulando a economia e gerando mais empregos.